Cada vez que planeamos as férias de verão, fazemos questão de dar a conhecer Portugal aos nossos filhos. E este ano não foi exceção, partimos com destino à serra da Gardunha, local idílico para todos nós, pois é a terra da cereja. Mais propriamente, Alcongosta, apesar de já não ser época dela, ainda encontrámos algumas por cá! Foi a nossa primeira compra à chegada !
Alcongosta é uma aldeia na encosta da serra da Gardunha com cerca de 470 habitantes, cheia de campos verdejantes e floridos  que se enche de gentes em junho para o famoso festival. Por esta altura está tudo mais calmo e a paisagem ainda é deslumbrante, vista do cimo da serra. Bem cá no alto, foi o local escolhido para pernoitar, Natura Glamping, foi o escolhido, dormir nestes domos geodésicos, já se está a ver a loucura que foi!!! Adorámos a experiência!!!!!!!!!,  e recomendamos muito!!! ( E olhem, que não me estão a pagar para isto!!! lol!!!!) Os miúdos fizeram a festa!!! E nós também!!! Super acolhedor, muito confortável e uma paisagem brutal com possibilidade de jantar sob esta vista maravilhosa, ou simplesmente contemplar. Neste momento estão a construir uma piscina, que trará melhorias na oferta.

Voar sem Escalas na Gardunha

Domos Geodésicos – Natura Glamping


Mas Alcongosta orgulha-se também das suas ruas típicas e do seu casario serrano, por onde se encontram algumas oficinas de cestaria, arte praticada por poucos. Conhecemos Sr. Luis Paulo, que nos disse que por agora devem ser quatro, os cesteiros da terra. Aprendeu esta arte com o seu pai, tinha pouco mais de 8 anos, apesar de anos depois tentar a sua sorte noutras áreas, chegando mesmo a sair do país. Anos depois volta  e ocupa os seus dias dedicando-se à cestaria, apesar de aconselhado pelos médicos para não o fazer.

Alcongosta – cestos do Sr. Luis Paulo

”- Mas eu gosto disto!, distrai-me e vou estando ocupado. Aqui no verão é fresquinho (a oficina), e no inverno é muito quente, chego a suar em bica! Tenho aqui a caldeira que nos aquece a casa, é por isso!?”
Enquanto conversávamos com o Sr. Luis, fomos tirando umas fotografias e explicando algumas coisas aos miúdos, afinal o objectivo da visita era dar a conhecer, como se fazem as cestas que eles vêem em casa dos avós. E que infelizmente, deve  estar por poucos mais anos!
Deixo-vos estas imagens maravilhosas e a simpatia de um Senhor que tão bem nos recebeu em sua casa e nos contou um pouco da sua história, para podermos dar a conhecer aos nossos filhos.

 

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *