Modo Voo

Defesa pessoal – uma nova abordagem para Tripulantes de Cabine!

CS-TOB

O serviço de assistência a passageiros prevê a execução de várias tarefas programadas em função das necessidades dos mesmos, dos horários e tipo de voo, tendo em conta os interesses comerciais da companhia. As tarefas são variadas e realizadas pelas várias categorias de Tripulante de Cabine, das quais saliento :
– preparação de voo,
– serviço de refeição,
– assistência especial a incapacitados,
– assistência especial a crianças,
– serviço de bar,
– serviço de vendas,
– assistência especial a VIP´s
– executar procedimentos especiais de chegada.
O objectivo final é sempre proporcionar o máximo de conforto e bem estar a quem viaja de avião, transmitindo uma boa imagem da empresa e fazendo com que o passageiro chegue ao seu destino satisfeito e com vontade de repetir a experiência.
Estes são os pressupostos  a que nos propomos a cada dia de trabalho, mas nem sempre é assim, por vezes temos alguns passageiros mais difíceis e que de alguma maneira ultrapassam os limites que estão previstos na lei.
Para tudo isto e muito mais que não está aos olhos de todos, sempre, o Tripulante de Cabine têm de dominar áreas tão vastas como, Segurança, Safety, Primeiros Socorros, Desfibrilhação, CRM (crew resource manangement), Comunicação, Gestão de Emoções, Liderança, identificação e actuação em caso de incêndios, artigos perigosos e bombas, actuação em caso de unruly passengers.
Unruly passenger poderá ser considerado um passageiro indisciplinado, incontrolável, desregrado, teimoso, desordeiro e estão previstas medidas de segurança para este tipo de passageiros.
Cada vez que algum passageiro tem um comportamento considerado unruly, aparece logo na internet pois há sempre um passageiro que pega no telemóvel e grava a cena do principio ao fim. Impossível de controlar, apesar de não ser permitido a recolha de fotografias ou de vídeo a bordo de um avião, a menos que tenha sido autorizado pela companhia, bem como pelos intervenientes. Situações difíceis de lidar, todos nós já passámos por isso.
Hoje falo neste assunto, não para contar uma história, mas para falar da importância de saber lidar com estas situações, do ponto de vista físico principalmente, já que muitas das vezes é a principal dificuldade.
Para dar uma ajuda nesta área, a Associação Portuguesa de Tripulantes de Cabine ( APTCA) promove dia 22 Novembro, uma ação paralela de Defesa Pessoal para Tripulantes de Cabine.
Poderá ser uma nova abordagem para a formação destes profissionais?
Bons voos!!![:]

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *