Goste-se ou não do Natal, como resistir a um bom mercado? Mesmo quem não está no espirito fica assim que se vê envolvida em tantos odores, cores e luzes de natalícias. Uma paragem de voo em Hamburgo levou-me até ao mercado de natal mais famoso da região. Sim, não é fácil não ter receio do que possa acontecer nestes aglomerados, mas quanto mais pensamos nisso, pior. É aproveitar e God bless us. Os mercados de natal tem sido, durante séculos, uma das maiores atrações no inverno frio da Alemanha.

Há de tudo… sapatinhos para decorar a casa e alimentar a imaginação das crianças, esculturas em madeira e biscoito de gengibre, as famosas salsichas, castanhas assadas, frutos secos, umas amêndoas maravilhosas com cobertura de açúcar com canela (hmmmm), bijuteria, divertimentos para crianças, decorações típicas da época e, claro, a famosa figura do Pai Natal. É um sonho para adultos e para crianças. E o mais interessante é a forma como estes mercados são bons para promover a produção nacional, já que artesãos locais de cada região exibem nestes espaços os seus produtos aos visitantes. É o sítio ideal para despachar todos os presentes de Natal, principalmente porque podemos ir provando aqui e ali os doces típicos da região enquanto saboreamos um copo de vinho quente irresistível.
Merece tanto uma visita! Até parece que esquecemos a chuva e os 0 graus que teimam em entrar pescocinho adentro.
Que pena que a internet (ainda) não tem cheiro.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *